PGDAS: ENTENDA A IMPORTÂNCIA PARA O SIMPLES NACIONAL

Publicado em: 17 de agosto de 2023

A gestão fiscal é uma das principais responsabilidades das empresas, visto que implica o cumprimento de obrigações tributárias, além da busca por maneiras de otimizar a carga tributária.

Nesse contexto, o Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (PGDAS) é uma ferramenta indispensável para auxiliar nesse procedimento. Entenda a importância do programa.

O que é PGDAS?

O PGDAS é um aplicativo desenvolvido pela Receita Federal do Brasil (RFB), empregado pelas Micro e Pequenas Empresas (MPE) que optam pelo sistema tributário do Simples Nacional.

Seu propósito é simplificar o cumprimento das obrigações tributárias dessas entidades, unificando o cálculo, pagamento e declaração dos tributos em um único documento.

A importância do PGDAS está na sua capacidade de permitir que as empresas agilizem e simplifiquem o processo de recolhimento dos impostos.

Além disso, o PGDAS é uma ferramenta essencial para a estabilidade financeira do empreendimento, uma vez que auxilia na administração tributária. Através deste programa, é viável gerir e ordenar os tributos a serem quitados, prevenindo atrasos e a acumulação de débitos fiscais.

Como usar o PGDAS?

Antes de começar a utilizar o PGDAS, é primordial entender o seu funcionamento e as informações necessárias para preencher as declarações de maneira adequada.

Para isso, é importante estudar a legislação vinculada ao Simples Nacional e o manual do PGDAS disponibilizado pela Receita Federal. Confira algumas dicas abaixo.

Verifique as informações

Ao utilizar o PGDAS, assegure-se de que todas as informações inseridas estão corretas e atualizadas. Isso inclui os dados cadastrais da empresa, o faturamento bruto, as despesas dedutíveis e outras informações relevantes para o cálculo dos tributos. Equívocos ou omissões podem resultar em penalizações e pagamento incorreto de impostos.

Utilize o PGDAS de maneira estratégica

Além de inserir as informações corretamente, é crucial utilizar o PGDAS de forma estratégica para obter vantagens fiscais.

Análise a maneira mais apropriada de enquadrar a empresa nos anexos do Simples Nacional, considerando as atividades exercidas e os limites de faturamento. Avalie também a possibilidade de aderir a regimes especiais e planeje o pagamento dos tributos para evitar multas e juros.

Avalie as vantagens fiscais

O Simples Nacional proporciona benefícios fiscais para micro e pequenas empresas, tais como a simplificação das obrigações acessórias, a redução da carga tributária e a unificação dos impostos em um único documento.

Compreenda as vantagens específicas do Simples Nacional para a área de atuação da sua empresa e utilize o PGDAS para aproveitá-las da melhor forma possível.

Mantenha-se atualizado sobre as atualizações do programa

O PGDAS é alvo de atualizações periódicas, tanto em relação às suas funcionalidades quanto às normas tributárias. Esteja atento às novidades divulgadas pela Receita Federal e mantenha o programa sempre atualizado.

Isso garantirá que você esteja aproveitando todas as facilidades e recursos disponíveis para otimizar a administração fiscal da sua empresa.

Respeite os prazos e efetue os pagamentos

O PGDAS estipula prazos específicos para a submissão das declarações mensais, bem como para o pagamento dos tributos devidos. O cumprimento desses prazos é fundamental para evitar multas e outros problemas com a Receita Federal.

Utilize um calendário de obrigações tributárias e mantenha-se informado sobre as datas limite para submeter as declarações e efetuar os pagamentos.

Organize os documentos com antecedência

Para garantir o cumprimento dos prazos, é indispensável manter uma rotina organizada de controle documental.

Separe e mantenha em ordem os documentos fiscais e contábeis necessários para o preenchimento do PGDAS. Dessa forma, você evitará atrasos e dificuldades ao realizar a declaração e efetuar o pagamento dos tributos.

Invista na capacitação dos responsáveis pela administração fiscal

É crucial que os encarregados pela administração fiscal da empresa tenham um sólido conhecimento sobre o PGDAS. Invista na capacitação da equipe, através de treinamentos e cursos específicos, para que possam utilizar o programa de maneira eficaz e precisa.

Isso contribuirá para a exatidão das informações prestadas, a maximização das vantagens fiscais e a conformidade com as obrigações tributárias.

Busque orientação especializada

Se a administração fiscal for complexa para a equipe interna, considere buscar orientação de profissionais especializados, como contadores e consultores tributários.

Eles poderão ajudar no uso adequado do PGDAS, na avaliação da situação fiscal da empresa e na identificação de oportunidades para otimizar a administração fiscal, levando em conta as particularidades do seu negócio.

Realize revisões periódicas

De tempos em tempos, é importante revisar as declarações já enviadas através do PGDAS. Verifique se todas as informações estão corretas e se não houve omissões ou erros que possam prejudicar a empresa.

Essa revisão auxilia na identificação de possíveis problemas e na correção antecipada de falhas, prevenindo complicações futuras com a Receita Federal.

A gestão fiscal é uma atividade crucial para a saúde financeira de qualquer empresa. A utilização adequada do PGDAS pode ser um grande aliado nesse processo, proporcionando facilidades e vantagens fiscais relevantes.

Ao entender o funcionamento do programa, utilizar as informações de maneira estratégica, aproveitar as vantagens fiscais, cumprir os prazos e investir na capacitação dos responsáveis, é possível otimizar a administração fiscal e reduzir riscos de penalizações.

Com informações da Fortes Tecnologia

Fonte: Danielle Nader