8 DICAS PARA GERENCIAR SEU TEMPO E SUA PRODUTIVIDADE NO HOME OFFICE

Publicado em: 9 de agosto de 2023

Com o home office perdendo cada vez mais a força dentro das corporações, o número de trabalhadores nesta modalidade, que explodiu na pandemia, vem caindo desde o ano passado e o índice já reduziu de 17% em 2022 para 6,5% em 2023.

O home office vem caindo em desuso por vários motivos e, entre eles, o mau gerenciamento do tempo e dos hábitos destes trabalhadores está em destaque.

O gerenciamento de tempo bem-sucedido é um desafio, independentemente do local de trabalho, mas quando se trabalha remotamente, pode ser mais difícil sem os parâmetros estabelecidos encontrados em um ambiente de trabalho tradicional.

Por isso, confira abaixo oito dicas de gerenciamento de tempo ao trabalhar em casa, compilados pela empresa de recrutamento e consultoria Robert Half, que podem ajudar o trabalhador a ser mais focado, produtivo, eficiente e orientado para tarefas, podendo assim salvar essa modalidade de trabalho no seu emprego, se for da sua vontade.

1. Organize sua agenda
Se você está trabalhando em casa com outra pessoa, é importante colaborar na criação de uma agenda diária ou semanal para definir quem trabalhará em que lugar e em que horário, e também quem ficará responsável pelas crianças ou pelas tarefas domésticas.

Escrever tudo isso ajuda a manter o planejamento organizado, seja usando um aplicativo de calendário compartilhado (como o Google Agenda ou TimeTree) ou apenas anotando em um papel na geladeira com um ímã ou em uma lousa.

Se o seu trabalho e empresa permitem, considere uma abordagem chamada de “jornada com janelas”. Em contraste com um horário formal de 9h às 17h, os dias de trabalho com janelas – também conhecidos como dias de trabalho não lineares – permitem que você agende blocos de tempo ao longo do dia para realizar atividades profissionais e pessoais, trabalhando até mais tarde à noite, se necessário, para concluir suas tarefas.

Em uma pesquisa recente da Robert Half, 73% dos profissionais relataram que essa abordagem os ajuda a serem mais produtivos.

2. Escolha os espaços mais adequados
Escolha cômodos separados ou áreas na casa e estabeleça expectativas para cada um. Por exemplo, a mesa que você montou no quarto é apenas para trabalho, a sala de estar é apenas para momentos de lazer e a mesa da cozinha é apenas para refeições e tarefas escolares das crianças.

Essas designações ajudam a criar a conexão entre o espaço físico e o foco mental. Usar a sala de estar para assistir televisão ou jogar pode dificultar entrar no “modo de trabalho” enquanto estiver sentado com o laptop no sofá, então encontre os melhores lugares da casa para trabalhar e se divertir – e tente manter essa definição consistente.

3. Utilize aplicativos de produtividade
Aproveite a ampla seleção de softwares projetados para auxiliar as pessoas a aumentar a produtividade (Evernote e Focus Booster são duas opções gratuitas disponíveis nas lojas brasileiras do Google Play e AppStore). Essas aplicações não apenas ajudam a acompanhar projetos, cumprir prazos e ser mais organizado, mas também alertam quando é hora de fazer uma pausa ou encerrar o expediente.

Isso pode ser muito valioso nas tardes em que você está focado em um projeto de trabalho e, caso contrário, continuaria além do horário de saída. Se você procura lembretes de pausa e alongamentos, o Stretchly (também disponível nos principais marketplaces de tecnologia) é um aplicativo de código aberto que oferece um lembrete na tela e um cronômetro para você se levantar e se movimentar.

4. Vista-se como você fosse trabalhar no escritório
Vista-se como se fosse trabalhar no escritório, mesmo no ambiente remoto. Escolha roupas profissionais para entrar no estado de espírito de foco e produtividade. Isso ajuda a estabelecer uma fronteira clara entre o tempo de trabalho e o pessoal, aumentando a eficiência e a dedicação nas tarefas diárias.

A prática envia sinais ao cérebro de que você está assumindo o papel profissional, facilitando a transição entre esses dois mundos e melhorando o gerenciamento de tempo e produtividade.

5. Faça pausas e trate o tempo livre como reuniões de trabalho
É importante continuar fazendo pausas como você normalmente faria em um ambiente de escritório. Agende-as em seu calendário como faria para qualquer outra reunião de trabalho, mesmo que sejam apenas dez minutos por vez.

Isso não apenas significa que você receberá um lembrete, mas também é uma chance de bloquear seu calendário para os colegas verem que você está ocupado. Use o tempo livre para fazer uma breve caminhada ou ter uma conversa informal com seus colegas de trabalho, com sua família ou até mesmo com seus pets.

6. Minimize distrações das redes sociais
A internet proporciona um mundo de informações e é fácil se perder em meio à quantidade de estímulos que nos bombardeiam o tempo todo. Dilemas modernos como o FOMO (Fear of Missing Out) que pode ser traduzido como “Medo de Ficar de Fora” das principais notícias e tendências podem atrapalhar fortemente o rendimento dos profissionais.

Portanto, limite o uso das redes sociais durante o horário de trabalho e foque nas tarefas. Faça pequenos intervalos durante o dia para esfriar a cabeça com assuntos mais leves, mas mantenha a disciplina para executar o que é necessário. Se você tiver dificuldade em focar, uma dica de ouro é trabalhar em um navegador no modo anônimo (ou privado) para que o login nas redes sociais não entre automaticamente.

7. Transparência com o seu gestor é essencial
Considerar as obrigações familiares ao definir seu dia de trabalho é essencial, pois nem sempre o horário tradicional se encaixa perfeitamente com a sua rotina. Você pode descobrir que produz melhor em horários não convencionais, como antes que os outros membros da família acordem ou após o jantar.

Manter uma comunicação aberta com seu líder é importante para alinhar as expectativas de disponibilidade e horários de trabalho. Seja seguindo um horário fixo ou adotando a abordagem flexível de “jornada com janelas”, é fundamental encontrar o que funciona melhor para você e sua família.

8. Estabeleça limites que funcionem para você
Ao trabalhar remotamente, o “percurso” para casa depois do trabalho pode ser tão curto quanto uma caminhada da sua mesa da cozinha até o sofá. Nessas circunstâncias, pode ser difícil encerrar definitivamente o seu dia de trabalho. Ter acesso móvel ao e-mail e aplicativos de trabalho também pode dificultar o desligamento.

Para manter um equilíbrio saudável entre trabalho e vida pessoal, defina um alarme para lembrar quando encerrar seu dia de trabalho. Desligue o computador e o guarde em algum lugar distante de onde você está, para não sentir a tentação de continuar a trabalhar.

Algumas pessoas até mesmo desativam as notificações de aplicativos relacionados ao trabalho em seus telefones móveis no final do dia.

Uma dica final: inclua suas horas de trabalho em sua assinatura de e-mail ou como uma mensagem de status/ausente, se possível. Isso pode ajudar a reduzir o número de colegas que entram em contato com você fora do horário de trabalho.

Fonte: Robert Half