QUATRO DICAS ESSENCIAIS PARA UMA LIDERANÇA POSITIVA

Publicado em: 16 de setembro de 2022

Segundo a especialista Renata Rivetti, benefícios e brindes para as empresas não são sinônimo de felicidade corporativa

Grande parte das pessoas passam 8 ou 9h por dia trabalhando. Passar o tempo fazendo o que gosta é bom, mas o que fazer quando se está infeliz ou desmotivado a trabalhar?

Um estudo da “Harvard Business Review”, mostrou que 66% das pessoas querem um trabalho que traga mais realização e significado.

E isso acontece não só entre as equipes do escritório ou das indústrias, mas também entre líderes de grandes empresas, que com certeza passam ou já passaram por esta experiência estressante. Mas, o que talvez estes líderes e colaboradores não sabem é que é possível dar um novo sentido ao trabalho, tornando-o feliz e prazeroso não só por meio de benefícios, cores legais na empresa e brindes interessantes, mas com investimentos em estratégias e ações que modifiquem a visão de que o trabalho é um fardo.

Segundo a especialista em felicidade corporativa e liderança positiva, Renata Rivetti, diretora da Reconnect, é preciso criar uma cultura mais saudável no ambiente corporativo e que gere mais significado para a equipe. “Felicidade no trabalho está relacionada a nos sentirmos desafiados, realizados, a gostar do que fazemos e construir relações mais positivas, a fim de nos encontrar em um ambiente empático e de segurança psicológica”, destaca.

Embora isso pareça inalcançável, a especialista destaca que é possível mudar o cenário e garantir que a felicidade reine sobre o ambiente corporativo. E, para ajudar a começar a mudança, ela lista algumas dicas importantes:

1 – Reconheça os dons e talentos dos seus colaboradores. É preciso deixar de focar somente naquilo que não deu certo, que não saiu do jeito esperado. É preciso dar mais importância para aquilo que as pessoas são boas, que as deixam mais realizadas e reconhecidas profissionalmente. Com isso, a equipe terá mais produtividade, engajamento e, consequentemente, mais felicidade.

2 – Substituir o job description pelo job crafting. Descobrindo os dons, talentos e forças da equipe, é possível reformular o trabalho para torná-lo mais envolvente e significativo. Neste ponto, há uma colocação da psicóloga Amy Wrzesniewski, que diz que podemos redesenhar o ambiente de trabalho de acordo com o que a equipe é, proporcionando mais pró atividade por meio de desafios e situações.

3 – Comemorar as conquistas diariamente. Muitas empresas deixam para comemorar no final do ano, mas comemorar conquistas que acontecem no dia a dia, mesmo que sejam pequenas, pode se tornar algo prazeroso e incentivador para a equipe refletir sobre o que deu certo no dia ou semana anterior. Pode parecer simples, mas somar cada conquista, se torna algo grandioso e prazeroso na vida de qualquer um!

4 – Oferecer segurança psicológica e empatia. Ter um ambiente saudável psicologicamente para que o colaborador se sinta confortável para expor ideias, pensamentos, sentimentos e sugestões sem o medo de ser julgado ou punido. Ser compreensivo também é essencial, por isso inclua a equipe em planejamentos e sugestões de ideias. Um ambiente seguro psicologicamente terá mais criatividade e inovação.

Renata destaca que a cultura positiva não é feita do dia para a noite, mas que o mais importante é que os líderes se conscientizem sobre o papel que desempenham dentro das empresas, que além de ser importante para os negócios, é essencial para florescer ou adoecer a equipe. Por isso, a especialista orienta que as mudanças precisam fazer parte da rotina, pois de nada irá adiantar se forem aplicadas uma vez só. “A Liderança positiva é construída diariamente, é uma jornada a ser percorrida e não deve ser vista como uma ação temporária. Além das mudanças, é preciso reflexão, autoconhecimento e acima de tudo, disciplina. É difícil, mas não impossível”, finaliza.
Fonte: Mundo RH