REINVENÇÃO DIGITAL: COMO TRANSFORMAR SUA EMPRESA PARA O FUTURO DOS NEGÓCIOS

Publicado em: 22 de abril de 2022

O mundo mudou e segue mudando numa velocidade que poucos têm acompanhado. Onde você, seu negócio e suas equipes estão agora? No futuro do presente ou presos a modelos já superados? Num piscar de olhos, as tendências se tornam vigências e são ultrapassadas por tecnologias e talentos ainda mais avançados, provas vivas da velocidade exponencial das mudanças.

Entender as novas dinâmicas – da mudança dos comportamentos dos consumidores até a digitalização de muitas empresas em diferentes indústrias – e que a transformação é a única força perene em nossa sociedade, fará você e sua empresa se conectarem cada vez mais com o mercado e as pessoas a quem buscam atender. Não há mais lacunas entre produtos e consumidores – está aí a user experience (UX) para prová-lo. A usabilidade é o termo mecânico para empatia. Mais do que corresponder a demandas, a continuidade dos negócios no contexto da Transformação Digital consiste em se colocar no lugar do usuário e antecipar suas dúvidas, curiosidades, criatividade e capacidade de dar outras funções aos produtos e serviços, muito além daqueles para os quais foram desenvolvidos inicialmente.

Adaptados a esse novo paradigma, CEOs, diretores, gerentes, linhas de negócios e organizações inteiras já operam com base no vindouro. A capacidade de projetar cenários aumenta na mesma proporção em que as tecnologias se desenvolvem, e o fator humano tem sido cada vez mais importante para, com base nos dados, analisar e construir estratégias de atuação para o futuro do presente.

Mas essa vanguarda corporativa ainda é reduzida. Para conquistar tamanha maturidade exige-se muito, e o trabalho a ser feito pode ser hercúleo, mas não é individual. No ambiente dos negócios, é preciso investir em talentos, orientar suas equipes para criar algo especial e confiar nos dados para não perder as oportunidades. Isso permite a geração de informações nas diversas etapas da cadeia de valor, do desenvolvimento de novos produtos, projetos, produção e pós-venda. Tudo que só uma liderança preparada e bem assessorada é capaz de desenvolver.

Persistência, resiliência e senso de propósito
O panorama atual, afetado pela covid-19, guerra na Ucrânia e disputas de poder nacional e local, será hostil para a retomada dos negócios. Nem todo mundo vai conseguir se recuperar e os que tiverem perseverança enfrentarão o aumento da inflação global, um mercado de talentos cada vez mais restrito e desafios para a cadeia de suprimentos.

Um estudo desenvolvido ao longo do último ano pelo IBM Institute for Business Value (IBV) entrevistou dezenas de milhares de executivos, funcionários e consumidores de todo o mundo. A partir dos dados coletados, descobriu-se que as demandas de clientes e colaboradores estão mudando e as empresas de alto desempenho passaram a agir de forma diferente, além das transformações nas áreas onde os executivos fazem suas maiores apostas.

Intitulada Cinco tendências para 2022 e além, a pesquisa tem como foco o panorama de negócios deste ano e destaca as principais mudanças que vieram para ficar. São insights orientados por dados que podem facilitar o trabalho dos executivos na hora de tomar decisões e se adaptar hoje ao futuro, marcado por disrupção e rápidas mutações:

1) A transformação digital tornou-se um pré-requisito;
2) O capital humano é precioso e escasso;
3) A sustentabilidade e a transparência são prioridades urgentes;
4) A adoção da tecnologia deve redefinir as operações de negócios;
5) Confiança e segurança são a base da inovação sustentável.

Nota-se que a tecnologia, os talentos e a confiança são as prioridades, e que os executivos precisam repensar como gerenciar essas áreas ao longo da cadeia de valor de seus negócios. Então, aumentar a flexibilidade, fortalecer a segurança cibernética e reduzir os impactos ambientais a cada etapa do processo são práticas inadiáveis, assim como redefinir a forma como as pessoas e a tecnologia podem trabalhar juntas e criar culturas organizacionais onde aquelas estejam em primeiro lugar.

Por fim, recomenda-se muita cautela na busca por parceiros, aprendizado e soluções para alcançar o status de operação adaptada ao futuro. Como diz o ditado popular: “nem tudo que reluz é ouro”, e na era da internet muita gente tem comprado “gato por lebre”. Referências, indicações e, principalmente, resultados concretos devem compor os critérios de busca na hora de contratar consultorias e firmar parcerias para – recorrendo à linguagem de software – viabilizar a atualização da sua empresa.
Fonte: Administradores.com